Como decidir? – 2ª Parte


No ultimo vídeo fiquei com aquele “gostinho na boca” de quem quer mais… E então decidi voltar ao tema 🙂

Vamos falar de mais alguns tópicos que são importantes para tomarmos decisões.

Portanto, vamos embora… Como decidir? – 2ª parte 🙂

Este é um tema abordado neste video!

Vê o video, são só 5 minutos 🙂

Espero que tenhas semana cheia de energia, cheia de boas decisões e cheia de muito KI!
RT

TRANSCRIÇÃO DO VÍDEO

Olá pessoal!
Hoje decidi, voltar novamente ao tema do último vídeo: “Como decidir”. Quero abordar aqui mais dois ou três tópicos… Até já!
Cá estou. Estou em Coimbra, vou já mostrar aqui uma zona absolutamente espectacular, chamada Vale do Inferno, e que tem esta vista de Coimbra, que vocês vêm aqui por trás de mim… Absolutamente espectacular! Se tiverem oportunidade de vir a esta cidade, não percam esta oportunidade! Deixem-me só colocar… de uma forma mais… para que vocês me consigam ver melhor… muito bem!
Queria voltar, novamente, ao tema “Como Decidir”, porque da última vez senti que havia aqui mais 2 ou 3 coisinhas que eu gostava de acrescentar.
A primeira tem a ver com o facto de nós decidirmos rápido, cada vez mais nós estamos num mundo em que temos de decidir muito rápido, temos que decidir cada vez mais rápido. E, como todos vocês sabem, os militares, por exemplo, quando estão em palcos de guerra, ou mesmo, por exemplo, tal e qual como eu, que faço artes marciais, quando estamos em combate, temos que tomar decisões muito rápidas, muito rápidas…
E temos que treinar o nosso cérebro para que faça a decisão correcta, para que tome uma decisão correcta; e por isso, um dos convites que eu gostaria de fazer é: treinem o vosso cérebro a tomar rápidas, muito rápidas! E para isso, a sugestão que vos deixo é: procurem fazer, por exemplo, sempre que tiverem uma decisão, digam qual é a vossa decisão para vocês, ou escrevam num papel, ou escrevam num diário, aquilo que vocês acharem melhor… E depois, então, pensem com mais calma sobre a decisão, depois comparem a decisão final com a primeira decisão que vocês, inicialmente, tinham intuído e tinham achado que, assim de repente, era a melhor. Aquilo que vocês vão observar é que ao longo do tempo, cada vez mais, o vosso cérebro vai tomar a decisão que, passado algum tempo, com mais ponderação, vocês vão-se aperceber que era a decisão que, inicialmente, vocês tinham pensado. Se treinarem o vosso cérebro a ter esse tipo de decisão rápida, vocês têm muito, mas muito a ganhar. Primeiro porque, se porventura, vocês são empreendedores ou mesmo profissionais em várias empresas, onde quer que trabalhem… Normalmente, os profissionais que têm decisões rápidas, são caracterizados como profissionais de grande competência e por isso treinem para tomar decisões rápidas!
Por outro lado, quando decidem é fundamental que tenham sempre, pelo menos, 3 opções para que a vossa decisão seja o mais correcta possível.
Porquê 3?
Primeiro: se vocês só têm uma opção, não estão a decidir nada, ou melhor, estão a decidir se é aquela opção ou não, e isso não é bem escolher, não é bem ter opções, ter opções significa ter, pelo menos mais do que uma, mas… Se tiverem 2, continua a não ser opções, porque duas é um dilema: ou é um ou é outro, e portanto, é um dilema. E por isso, convido-os a que… façam pelo menos… tenham pelo menos 3 opções. Três opções, pelo menos nas vossas decisões, que quando vocês estão a tomar, tenham pelo menos, 3 saídas, 3 opções para que possam tomar a vossa melhor decisão!
Espero que tenham gostado e espero que decidam bem e o meu desejo é: uma grande, grande semana, cheia de Força, cheia de Energia e acima de tudo, se porventura agente não se falar antes, um grande, grande Natal, cheio de Ki!

Até lá!